skip to Main Content

Em sua terceira ação voluntária durante a pandemia da Covid-19, os membros e servidores do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) que integram os projetos MP Empoderador e Recomeçar, ambos de Arapiraca, entregaram, nesta terça-feira (14), 208 cestas básicas à comunidade Mangabeiras, localizada num bairro da periferia daquele município.

Coordenada pelo Núcleo de Autocomposição das Promotorias de Justiça de Arapiraca, a iniciativa seguiu com o propósito de continuar despertando os sentimentos de empatia e amor ao próximo entre o quadro de pessoal do MPAL e empresários locais. “Anteriormente, nas duas primeiras ações, havíamos distribuído 289 cestas básicas e, no dia de hoje, conseguimos entregar mais 208. ou seja, chegamos a 497 famílias assistidas. Estamos felizes com o resultado porque sabemos o quanto ter comida na mesa é fundamental para cada um de nós, já que a fome não espera e essa pandemia está impedindo muita gente de trabalhar”, disse Valter Acioly, coordenador do MP Empoderador e subprocurador Administrativo Institucional do Ministério Público.

Desta vez, o Grupo Coringa e a Mineradora Vale Verde foram os principais parceiros da ação, que também contou com a contribuição financeira de todos os promotores de justiça que atuam na cidade de Arapiraca.

Participaram da iniciativa em campo os promotores de justiça Rogério Paranhos, Maurício Wanderley e Viviane Karla Farias. “É importante destacar que, como tudo foi organizado previamente com as comunidades beneficiadas, fizemos as entregas evitando aglomerações e orientando todo mundo a usar máscaras e álcool em gel”, frisou Paranhos.

Dentre as cestas básicas, 100 foram distribuídas aos integrantes da Cooperativa de Catadores de Mangabeiras, outras 88 ao Projeto da Babi – instituição comunitária localizada no Conjunto Frei Damiāo que alfabetiza jovens e auxilia idosos através de práticas de leituras, esporte, artesanato, horta comunitária e entretenimento – e mais 20 ao Creas do município para distribuição entre as famílias de jovens em cumprimento de medida socioeducativa.

Os projetos participantes da ação

O MP Empoderador foi idealizado pelo procurador de justiça Valter Acioly e nasceu com o objetivo de incentivar a resolução consensual de conflitos na comunidade do bairro Planalto, no município de Arapiraca. Alinhado ao planejamento estratégico do MPAL, especificamente com a missão de promover cidadania, ele atua na capacitação, orientação e monitoramento de voluntários da comunidade no atendimento de suas demandas e na resolução de conflitos locais. E, aquilo que não puder ser solucionado de imediato pelos mediadores, o Ministério Público faz o devido encaminhamento para as promotorias ou para os demais órgãos competentes, a depender do caso.

Já o projeto Recomeçar – Oficina de jovens aprendizes tem o objetivo de inserir meninos e meninas em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho. Por meio de parcerias formadas com a iniciativa privada, a iniciativa promove capacitação e já viabilizou o primeiro emprego para centenas de jovens daquele município.Ação solidária do Ministério Público distribui 208 cestas básicas para comunidades carentes de Arapiraca

fonte: alagoas24horas.com.br

Back To Top